Português

Depois do Júlio todos os governantes de Roma passaram a ser césares, e "césar" - na Forma de kaiser, tzar, etc. - ficou nome genérico, como um dia "dunga" também será. Os times terão zagueiros, laterais, médios, "dungas" e atacantes, e jogadores em estados ainda por nascer descreverão sua função ou sua ambição como "de dunga" - dunga pela direita, dunga pela esquerda, dunga avançado, dunga recuado... Havia dungas antes do Dunga, como houve césares antes de César, mas o protótipo dos dungas que virão é esse nosso, que aproveita comemoração de gol para dar bronca. Todos os melhores times do mundial têm o seu dunga, de uma forma ou de outra. Ou são jogadores que galvanizam o time com sua própria energia e empenho, e bronca, ou são os destruidores que liberam os companheiros para a criação, garantindo o rebote.

Os dungas são os caroços do time. Já não se concede um time só polpa, por melhor que seja a polpa. Até no Brasil, que custou a aceitar a sua inevitabilidade, dá-se ao dunga o que é do dunga. O caroço dá forma ao time, garante a continuidade da sua alma e quebra os dentes de quem o ataca. Nenhuma seleção sem um dunga passou das oitavas.

Parte da crônica "Os Dungas" publicada no livro "A eterna privação do zagueiro absoluto" por Luis Fernando Veríssimo


English

Dunga has the look of someone to be heeded. He is stocky, with a crewcut that suggests he cares nothing for fashion. He has the steely eyes of Clint Eastwood. Dunga's criticism with most of his teammates is that they "lack humility," and he's told them that if they keep listening to others' praise, they will not win the Cup again.

Dunga — pronounced "Dune-ga" — is an uncomplicated man. He's Brazil's captain and, to put it mildly, takes the job seriously. Twice Dunga wanted the coach, Mario Zagallo, to alter positions of players on the field. Once, the medics failed to patch his cut leg fast enough so that he had to miss two minutes of play and yelling at someone else. And there was always someone to yell at. Pele thinks fondly enough of Dunga, especially since the Brazilians won in 1994.

William Gildea, Washington Post Columnist Friday, July 3, 1998

Born October 31, 1963 in Ijuí, Rio Grande do Sul, Brazil, Dunga is the greatest football defensive midfielder of all time, of Italian and German descent and a World Champion for Brazil in the 1994 World Cup.

FIFA World Cup winning captain 1994
FIFA World Cup runner up captain 1998


96 Games , 66 Victories , 21 Draws , 9 Losses , 7 goals for the Brazilian National Football Team

FIFA World Cup All-Star Team: 1994, 1998